Facebook Twitter Google+ email



Corpos de vítimas de acidente em Cariacica, no ES, são reconhecidos


Esta postagem foi publicada em 8 de julho de 2018 Destaque Inicial 2, Slide Topo.

Acidente aconteceu por volta das 5h30 deste sábado (7), na rodovia Governador José Sette. Quatro homens morreram.

Por G1 ES

Veículo ficou totalmente destruído após acidente na rodovia José Sette, em Cariacica (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)Veículo ficou totalmente destruído após acidente na rodovia José Sette, em Cariacica (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Veículo ficou totalmente destruído após acidente na rodovia José Sette, em Cariacica (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Os corpos das quatro vítimas de um acidente na rodovia José Sette, em Cariacica, na manhã deste sábado (7), foram reconhecidos por familiares e liberados do Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, nesta tarde.

A colisão aconteceu por volta das 5h30. O ônibus da linha 795, que faz o trajeto Alice Coutinho – Terminal Itacibá, seguia no sentido Cariacica Sede. De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus), o motorista que conduzia o carro, modelo Kadett, invadiu a contramão e bateu no coletivo.

Apenas o motorista e o cobrador estavam no ônibus e não se feriram. Todas as vítimas estavam no carro, que, com o impacto da batida, ficou partido ao meio.

As vítimas eram José Mário Batista, de 32 anos; os irmãos Romiltom dias Santos Júnior, de 22, e Ramon Silva Santos, de 21; e Weverton Gomes Alves Narciso, de 18.

José Mário era o dono do carro e trabalhava como motorista. A esposa dele contou que depois do jogo do Brasil, na tarde desta sexta-feira (6), o casal teve uma briga e ele saiu sem dar notícias.

O telefone celular dele estava com defeito, a esposa ficou sem contato e, por isso, não soube explicar para onde ele seguia no momento que aconteceu o acidente. Ela também não soube confirmar se ele estava no volante.

‘Curva da Morte’

De acordo com motoristas e a população local, o trecho onde aconteceu o acidente é conhecido como “curva da morte”, por causa do número de ocorrências.

A falta de sinalização e o mato alto são algumas das reclamações. “Se for contabilizar, nos 38 anos que eu moro aqui, foram 46 mortes. É um descaso do prefeito, das autoridades. Tem um projeto, de 20 anos atrás, de uma casa que foi desapropriada para acabar com essa curva, mas até agora nada”, disse o aposentado Naziazeno Vieira Júnior.

Em nota, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informou que obras de ampliação na rodovia estão sendo realizadas em etapas. A primeira etapa vai do Trevo de Itacibá até a subida de Tucum, que está em fase final de serviço.

A segunda etapa compreende de Tucum até Cariacica sede. O DER disse que já tem o projeto de engenharia ​ pronto para esse segundo trecho. Mas, ainda tem que viabilizar recursos para obra, desapropriações na área e outras providências ligadas a redes de água, esgoto e telefonia, que envolvem as concessionárias.

O DER disse que não tem registro de acidentes no local causado por falta de manutenção. Quanto ao serviço de limpeza, capina e tapa-buracos, é realizado dentro de uma programação na rodovia.Para esse trecho, a programação está marcada para essa primeira quinzena do mês.Mas, uma equipe irá ao local para verificar a situação.

Acidente aconteceu em trecho conhecido como 'Curva da Morte', em Cariacica (Foto: Arte/ G1)Acidente aconteceu em trecho conhecido como 'Curva da Morte', em Cariacica (Foto: Arte/ G1)

Acidente aconteceu em trecho conhecido como ‘Curva da Morte’, em Cariacica (Foto: Arte/ G1)

Carro ficou partido ao meio após bater em ônibus, em Cariacica, ES (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)Carro ficou partido ao meio após bater em ônibus, em Cariacica, ES (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Carro ficou partido ao meio após bater em ônibus, em Cariacica, ES (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Facebook Twitter Google+ linkedin email More

Notícias em Destaque