Facebook Twitter Google+ email



Filha mata mãe com 40 facadas e ainda ateia fogo em corpo


Esta postagem foi publicada em 7 de dezembro de 2016 Coberturas, Slide Topo.

Caso ocorreu no município de Feira de Santana, a 100 km de Salvador.
Para justificar fumaça na casa, jovem alegou explosão de carregador.

Do G1 BA

Viaturas da polícia em frente ao local onde a vítima foi morta, em Feira de Santana (Foto: Divulgação / Polícia Civil)Viaturas da polícia em frente ao local onde a vítima foi morta, em Feira (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Uma adolescente de 15 anos é suspeita de ter matado a facadas e ateado fogo no corpo da própria mãe no município de Feira de Santana, a cerca de 100 quilômetros de Salvador. O caso ocorreu na noite de terça-feira (6), no Residencial Nova Conceição, no bairro Conceição.

De acordo com a Polícia Civil, por meio de informações presentes no laudo cadavérico, a adolescente contou que saiu da escola por volta das 14h. Ao chegar em casa, relatou que começou a ser xingada pela mãe, que estaria sob o efeito de medicamentos controlados.

À polícia, a filha acrescentou que ambas entraram em luta corporal e que a mãe teria tentado atingi-la no rosto com uma faca de cozinha. Na briga, disse que ambas acabaram passando pela cozinha, onde também pegou uma faca e acertou a mãe com golpes no pescoço e no peito.

Em entrevista ao G1, o delegado Fabrício Linard disse que a versão da adolescente sobre os golpes que mataram a vítima não são compatívies com que o foi constatado no local do homicídio. “Essa foi a versão dela, mas a perícia constatou mais de 40 golpes [de faca]”, relatou.

De acordo com a polícia, a adolescente ainda ateou fogo na vítima, que já estava morta, e escondeu o corpo debaixo da cama. Os vizinhos teriam estranhado a fumaça e ao, sair de casa, a jovem teria relatado que o carregador do celular havia explodido na tomada do quarto.

O delegado Fabrício Linard detalha que a jovem seguiu para casa de parentes, mas os vizinhos estranharam a versão apresentada e entraram no imóvel, onde encontraram o corpo da vítima. Após ser localizada pela polícia, a jovem confessou o assassinato.

A adolescente foi apreendida e é mantida na Delegacia de Homicídios na manhã desta quarta-feira (7), onde aguarda apresentação ao Ministério Público. O corpo da vítima, que tinha 36 anos, foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Facebook Twitter Google+ linkedin email More

Notícias em Destaque