Facebook Twitter Google+ email



Policial civil mata o filho de quatro anos e comete suicídio


Esta postagem foi publicada em 7 de julho de 2018 Carrossel de Notícias Topo, Notícias em Destaque.

Dolores Mileide de Souza era considerada uma policial civil exemplar e nunca teria apresentado qualquer sinal de descontrole emocional enquanto exercia a função, mas após uma audiência na Vara de Família de Londrina, tudo mudou.

A policial civil acusava o ex-marido de ter abusado do filho e por este motivo se separaram, mas na última semana, a juíza titular permitiu que o homem pudesse ver o filho de quatro anos, com visita assistida acompanhado de uma psicóloga. Isso pode ter motivado Mileide a cometer um crime trágico.

O irmão da policial foi até o condomínio onde ela morava, entrou por uma janela e encontrou Mileide e o filho dela mortos, baleados na cabeça. A policial civil matou a criança e depois tirou a própria vida.

Com informações de Odair José e Jairo Nascimento/Rede Massa

Facebook Twitter Google+ linkedin email More

Notícias em Destaque