Facebook Twitter Google+ email



Salineiro se desculpa por mandar ‘descer o cacete’ em índios,vereador se assustou com a reação popular


Esta postagem foi publicada em 8 de março de 2018 Política, Slide Topo, Vídeos.

Vereador disse não ser contra índios

Após a repercussão negativa de sua fala na sessão de terça-feira (6), quando sugeriu necessidade de agressão às comunidades indígenas que bloqueavam um trecho da BR-163 próximo à Capital, o vereador André Salineiro (PSDB) se desculpou pela fala, mas reforçou necessidade de intervenção policial, com uso progressivo da força, em manifestações.

“Gostaria de pedir desculpas pela minha fala. Não tenho compromisso com erro e em reconhecer que me excedi”, começou salineiro.

Durante um discurso de pouco mais de três minutos, durante a sessão desta quinta-feira (8), o tucano ainda criticou a imprensa que não teria divulgado toda sua fala na sessão de terça-feira, apenas o trecho que sugeriu ‘descer o cacete em índios’.

Salineiro disse ‘não ser contra indígenas’, e declarou que a melhor forma de ‘reparar seu erro é abrir o debate’. “Todos têm liberdade de reivindicar direito, desde que não ataquemos direitos do próximo”, frisou.

Como justificativa para sua ‘indignação’, o tucano afirmou que teve conhecimento que no dia do bloqueio da BR, um paciente com câncer teria perdido uma consulta na Capital, marcada há três meses.

“Por isso me exaltei. Meu protesto não foi contra os índios, mas contra interrupções recorrentes nas estradas, provocadas por diversas categorias, que afetam pessoas de bem (…) quanto ao termo hostil, me referi à necessidade do uso progressivo da força pelo Estado em caso de delitos, sejam eles quais forem”, alegou.

Midiamax

Facebook Twitter Google+ linkedin email More

Notícias em Destaque