Facebook Twitter Google+ email



Homem acorda durante a própria autópsia após ser declarado morto


Esta postagem foi publicada em 6 de setembro de 2018 Carrossel de Notícias Topo, Internacional.
Carlos Camejo, de 33 anos, declarado morto.

Imagina ter sido declarado oficialmente morto e acordar durante sua própria autópsia

Um venezuelano que havia sido declarado morto acordou no necrotério com dores excruciantes depois que médicos legistas começaram uma autópsia.

Carlos Camejo, de 33 anos, foi declarado morto após um acidente na estrada e levado ao necrotério, onde os examinadores iniciaram uma autópsia apenas para perceber que algo estava errado quando ele começou a sangrar. Eles rapidamente procuraram costurar a incisão em seu rosto.

“Acordei porque a dor era insuportável”, disse Camejo, segundo um relatório divulgado na sexta-feira no principal jornal local El Universal.

Sua enlutada esposa apareceu no necrotério para identificar o corpo do marido e encontrá-lo em um corredor – e vivo.

Funcionários do hospital não foram encontrados para confirmar os eventos. Mas Camejo mostrou sua cicatriz facial e um documento pedindo a autópsia.

Facebook Twitter Google+ linkedin email More

Nenhuma banner para exibir

Notícias em Destaque