Facebook Twitter Google+ email



Mulher mata filha de 11 anos a facadas ‘para evitar que ela fizesse sexo’


Esta postagem foi publicada em 14 de março de 2019 Internacional, Slide Topo.
Vítima tinha 15 ferimentos, na maior parte, nas costas

 

Um mulher de 28 anos foi presa no condado de Orange (Flórida, EUA), após esfaquear a filha, de 11, a fim de “evitar que ela fizesse sexo com outros homens”, de acordo com informações liberadas pela polícia.

Rosa Rivera golpeou a filha várias vezes no último domingo (10/3) dentro de um carro ao perceber que a filha “sorria de modo diferente”, atitude que levou a mãe a pensar que a menina estava vivendo algum relacionamento sexual.

A vítima tinha 15 ferimentos – na maior parte, nas costas – segundo reportagem do “Orlando Sentinel”. A menina não resistiu ao ferimentos e morreu.

Testemunhas que ouviram a discussão, disseram que a filha de Rosa negou já ter feito sexo.

Em delegacia, Rosa comentou a policiais que a filha “está agora no paraíso”. Policiais estão investigando se a menina era vítima de abuso sexual.

 

Nenhuma banner para exibir

Notícias em Destaque