© Reprodução "Eleito para derrubar o sistema, o Bolsonaro, aconselhado por generais e políticos medrosos, preferiu adaptar-se a ele. Suicídio", disse o escritor

Após o presidente Jair Bolsonaro ser alvo de "panelaços" em várias cidades brasileiras, o guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho, foi à internet dizer que Bolsonaro comete "suicídio" ao "adaptar-se ao sistema". Morador da Vírgina, nos Estados Unidos, Olavo lamentou que "agora talvez seja tarde para reagir."

 

 "Eleito para derrubar o sistema, o Bolsonaro, aconselhado por generais e políticos medrosos, preferiu adaptar-se a ele. Suicídio", escreveu o guru em seu perfil no Facebook.

Olavo disse também que, desde o início do governo, aconselhou Bolsonaro para que "desarmasse os inimigos antes de tentar resolver qualquer "problema nacional", mas ele preferiu fazer o contrário.

"Desde o início do seu mandato, aconselhei ao presidente que desarmasse os seus inimigos ANTES de tentar resolver qualquer problema nacional. Ele fez exatamente o oposto. Deu ouvidos a generais isentistas, dando tempo a que os inimigos se fortalecessem enquanto ele se desgastava em lacrações teatrais", escreveu. "Lamento. Agora talvez seja tarde para reagir", completou.

O guru disse que Bolsonaro nunca reagiu a seus adversários. "Que é que o Bolsonaro fez contra QUALQUER dos seus inimigos? NADA. NADA NUNCA. Só lhes deu umas agulhadinhas, irritando-os em vez de enfraquecê-los."

MSN