Facebook Twitter Google+ email



Onça e filhote são flagrados por turistas ao atravessarem rio carregando sucuri no Pantanal;veja fotos


Esta postagem foi publicada em 11 de setembro de 2018 Destaque Inicial 2, Slide Topo.

Registro foi feito em Porto Jofre, no Poconé, a 104 km de Cuiabá, no Pantanal mato-grossense. Segundo um guia de turismo, a mãe estava treinando o filhote.

Por G1 MT

Onça e filhote carregam sucuri no Pantanal de Mato Grosso — Foto: Arjan Jongeneel/Arquivo PessoalOnça e filhote carregam sucuri no Pantanal de Mato Grosso — Foto: Arjan Jongeneel/Arquivo Pessoal

Onça e filhote carregam sucuri no Pantanal de Mato Grosso — Foto: Arjan Jongeneel/Arquivo Pessoal

Uma onça e o filhote dela foram flagrados por turistas ao atravessarem o Rio São Lourenço carregando uma sucuri, no Pantanal mato-grossense em Porto Jofre, no Poconé, a 104 km de Cuiabá. De acordo com Ailton Lara, que atua como guia de turismo e fotógrafo na região, o registro foi feito no domingo (9).

As fotos foram feitas justamente quando os turistas procuravam as onças para observá-las.

Segundo Ailton, os turistas relataram que desciam o rio de barco quando ouviram um barulho vindo da mata.

Depois de algum tempo, Capi – como é chamada pelos guias, saiu de dentro da mata carregando uma sucuri amarela na boca. Bara, o filhote estava logo atrás da mãe.

Os dois felinos entraram no rio com o intuito de atravessar para o outro lado.

Mãe e filho atravessa rio com cobra na boca — Foto: Arjan Jongeneel/Arquivo PessoalMãe e filho atravessa rio com cobra na boca — Foto: Arjan Jongeneel/Arquivo Pessoal

Mãe e filho atravessa rio com cobra na boca — Foto: Arjan Jongeneel/Arquivo Pessoal

O que chamou a atenção dos observadores, entretanto, foi a atitude da mãe enquanto carregava a cobra com o filho dentro do rio.

“As duas atravessaram o rio carregando a sucuri juntas. É claro que a mãe estava dificultando para o filhote carregar, atrasando a travessia para o treinar o filhote. Essa é uma atitude para fortalecer a cria, deixá-los mais bravos, ferozes”, explicou Ailton.

Após a travessia, a mãe soltou a cobra e deixou que o filhote carregasse o animal como “prêmio”.

A região onde a cena foi vista é a maior onde há concentração de onças no mundo.

Segundo guia, a mãe estava treinando o filhote — Foto: Arjan Jongeneel/Arquivo PessoalSegundo guia, a mãe estava treinando o filhote — Foto: Arjan Jongeneel/Arquivo Pessoal

Segundo guia, a mãe estava treinando o filhote — Foto: Arjan Jongeneel/Arquivo Pessoal

Facebook Twitter Google+ linkedin email More

Nenhuma banner para exibir

Notícias em Destaque