Facebook Twitter Google+ email



Rede de prostituição funcionava há pelo menos três meses em Dourados


Esta postagem foi publicada em 20 de setembro de 2017 Coberturas, Slide Topo.
Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Rafael foi preso por rufianismo - Foto: Osvaldo Duarte

Rafael foi preso por rufianismo – Foto: Osvaldo Duarte

A rede de prostituição desarticulada na terça-feira (19) em Dourados funcionava há pelo menos três meses, segundo Rafael dos Santos, 19, preso por policiais civis por envolvimento no caso. Os programas eram realizados na casa dele, na rua Onofre Pereira de Matos, região do Jardim Clímax.

Apesar da afirmativa do rapaz, os investigadores acreditam que as ações ocorrem há mais tempo.

Duas adolescentes, de 15 e 16 anos, foram encontradas no local.

A irmã de Rafael, Franciele dos Santos, que estava na casa, também acabou presa por conta de mandado de prisão contra ela.

Conforme as menores, os programas custavam em torno de R$ 150 a R$ 250 e parte do combinado era repassado ao rapaz.

As investigações continuam e não se descarta a existência de mais pessoas ‘agenciadas’ pelo acusado. No aparelho de telefone celular dele, policiais encontraram arquivos de fotos com várias outras mulheres.

O caso

Policiais civis do 1º Distrito Policial e do SIG (Setor de Investigações Gerais) desarticularam na noite de terça-feira (19) uma rede de prostituição em Dourados.

De acordo com o boletim de ocorrência, conselheiros tutelares souberam do esquema e através de uma ligação, iniciaram contato com uma jovem, menor de idade. Durante as conversas, foram marcados horário e local do encontro para a consumação do ato sexual.

A polícia foi contatada e seguiu na companhia do suposto contratante do serviço até a residência, localizada na rua Onofre Pereira de Matos, Jardim Clímax. No local, encontraram a menor.

Questionada, disse que realizava os programas e repassava parte do dinheiro para Rafael. Outra adolescente também estava na casa no momento do flagrante e também confessou o fato.

Dourados News

Facebook Twitter Google+ linkedin email More

Nenhuma banner para exibir

Notícias em Destaque